sexta-feira, 30 de março de 2012

E o cerco está se fechando...



É notório que o sistema capitalista está em colapso. Inflou até onde podia e agora está em estado de convulsão, conforme podemos ver através das sucessivas crises que ocorrem mundialmente. Acontece que o sistema está agindo de forma diferente dos últimos tempos para cá. Se antes a máquina trabalhava de forma intensa para esconder do povo o que é o sistema e como ele funciona - através de uma bela fantasia de democracia e igualdade passada pela mídia e pelo sistema de educação - agora ela parece não estar mais tão preocupada em mascarar a sua verdadeira face e os seus verdadeiros planos para o futuro próximo. Exemplos não faltam para mostrar essa mudança de postura do sistema, e tudo converge para o mesmo lugar.

No plano internacional, a "crise" na Europa está mostrando a todos como o sistema é corrupto e mentiroso. A Grécia está prestes a perder parte de sua soberania para a Alemanha, em troca de um pacote de "ajuda" econômica que vai escravizar ainda mais aquele país. A população diretamente afetada com essas medidas está acordando da ilusão do "sistema capitalista perfeito" e lutando da forma como pode contra esse sistema. A polícia e os demais órgãos de segurança, que deveriam proteger a população e defender a sua integridade, estão agindo como Capitães do Mato, usando seus chicotes modernos contra os escravos que lutam por sua liberdade.

Nos Estados Unidos, o vencedor do Prêmio Nobel da Paz (2009), Presidente Barack Obama,  "assinou uma ordem executiva que dá a ele o poder de instituir a lei marcial nos EUA. A Ordem Executiva de Preparação de Recursos para Defesa Nacional dará a Obama o poder de tomar os recursos do país em um período de crise ou de paz. Isto inclui recursos que vão desde gado a fontes de energia e água" (fonte - vejam o vídeo). Resumindo em linhas menores, ele agora tem o poder para implantar uma ditadura nos EUA no momento em que quiser. Cidadãos poderão ser presos a qualquer hora, sem mandado ou flagrante.
 
Aqui no Brasil as coisas não estão muito diferentes. O cerco está fechando. Vamos aos pontos:
 

• Repressão nas Universidades

 Todos nós sabemos que as universidades sempre foram berços de movimentos ativistas. Acontece que ultimamente esses movimentos estão sendo cada vez mais reprimidos dentro dos campi. 

Na USP, o reitor-interventor João Grandino Rodas, colocado diretamente pelo governo do PSDB, está tomando medidas para tirar cada vez mais a liberdade dos estudantes. Tudo começou com um convênio feito com a Polícia Militar para "garantir a segurança no campus", e com a desculpa de que estava havendo um alto consumo de entorpecentes lá dentro. A partir daí a gestão da USP se tornou um verdadeiro regime antidemocrático - a reitoria passou a não mais querer negociar reivindicações, a processar administrativamente e criminalmente estudantes e trabalhadores supostamente envolvidos no movimento, a oferecer gratificações a trabalhadores que não participam de greves, a promover eleições-relâmpagos para o DCE, e por aí segue. E, além de tudo isso, a reitoria ainda conta com o apoio massivo da mídia corporativista de direita, aliados na intenção clara de privatização da Universidade de São Paulo.

No Grande ABC, a Polícia Militar entrou em contato com as universidades do local na tentativa de implantar um conselho de segurança no local, com a desculpa de que a maioria dos estudantes mora fora do local, e não têm compromisso com o mesmo. Além disso, querem introduzir disciplinas optativas com orientações de segurança na grade dos cursos. A tentativa é clara de implantar a mesma repressão que agora impera na USP.

• Repressão nas Ruas

Assim como na Europa e nos EUA, o nível de repressão nas manifestações, protestos, greves e demais atos públicos está cada vez mais violento aqui no Brasil. A polícia aqui é extremamente despreparada, e utiliza suas ferramentas de coação (bala de borracha, spray de pimenta, gás lacrimogêneo, taser e etc) mesmo quando não há necessidade. A polícia já chega aos locais de manifestação enxergando os manifestantes como inimigos da ordem pública, baderneiros, vândalos e etc., não como cidadãos lutando pelos seus direitos.

• AI-5 da Copa

E para melhorar ainda mais a nossa situação, alguns senadores criaram o projeto de lei 728/2011, conhecido como AI-5 da Copa, que tipifica vários delitos que não temos no código penal. A principal tipificação é a de Terrorismo, que é definido como: “o ato de provocar terror ou pânico generalizado mediante ofensa à integridade física ou privação da liberdade de pessoa, por motivo ideológico, religioso, político ou de preconceito racial, étnico ou xenófobocom pena de no mínimo 15, e no máximo 30 anos de prisão, podendo ter agravantes, como a participação de três ou mais pessoas. Martin Sampaio, presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, diz que “Da maneira como está na lei, qualquer manifestação, passeata, protesto, ato individual ou coletivo pode ser entendido como terrorismo. Isso é um cheque em branco na mão da FIFA e do Estado”.

Isso demonstra que o "Estado Democrático de Direito"  que achamos que temos aqui é apenas ilusão. Nosso Estado apenas é lacaio das grandes corporações privadas, como o caso da FIFA, enquanto o povo pode ser considerado criminoso apenas por lutar por seus direitos. Além do mais, teme-se que com a aplicação bem sucedida dessa lei, ela seja implementada de forma definitiva, de modo a proteger o sistema contra as manifestações das massas.


• Comemoração do Golpe Militar de 64

Algo que já foi publicado aqui no blog (nesse artigo), mas que faço questão de linkar com os outros pontos. Dilma Rousseff, atual Comandante Suprema das Forças Armadas do Brasil, proibiu militares de comemorarem o golpe de 64, mas, mesmo assim, eles enviaram convites para um jantar que ocorreu no dia 29/03, e gerou muito tumulto no conflito entre os mesmos e os manifestantes. Esse é um caso claro de insubordinação e desobediência militar, e, juntamente com o manifesto que fizeram contra a Comissão da Verdade, mostra o termômetro das relações entre a ex-guerrilheira e o setor militar. É algo em que devemos prestar bastante atenção. 


• Partido Militar Brasileiro


Além de tudo isso, está em projeto de legitimação o PMB, que será dirigido por militares, e tentarão disputar as eleições já no ano de 2012. Nem é preciso dizer que é um partido de direita, voltado para a manutenção do sistema atual. Como serão suas políticas caso sejam eleitos? Quais os seus principais objetivos? Eles querem uma retomada do poder pelo meio "democrático"? São questionamentos que desde já devemos fazer. 

=============================================================

Só posso imaginar que o sistema não está levando como prioridade esconder sua real identidade, seja por estar se focando em tentar resolver o colapso pelo qual está passando, ou por já estar desesperado na tentativa de se sustentar.

E, outra grande possibilidade, é já estarem avançando com o objetivo de tirarem todas as nossas liberdades. Mas, logicamente, o farão de forma lenta e homeopática, de modo que o povo vá se acostumando aos poucos com o novo regime que será implantado.

Estamos caminhando à Nova Ordem Mundial?

domingo, 25 de março de 2012

Laicismo. Nem nas universidades se respeita mais isso.

É sempre a mesma história, não importa o quanto você aponte, mostre, prove ou argumente, as pessoas parecem mesmo só ouvir o que lhes convém.
Vários segmentos fragmentados pelo país e pelo mundo alertam sistematicamente para a urgência da luta contra leis e posturas que cortam uma a uma, pouco a pouco todas as nossas liberdade. 
Os alertas se multiplicam por todos os lados, tentando mostrar por A+B que a ditadura se instala no Brasil e no mundo pouco a pouco, cada vez mais rápido, da mesma forma que caminhamos a passos largos a uma teocracia em nosso país, teocracia essa que uma vez efetivada, vai ESMAGAR por meio de leis, censuras e criminalização qualquer dogma ou não dogma diferente das instituições dominantes da vez.
Aqui mesmo nesse blog já foram feitas várias denúncias contra a chamada "bancada evangélica" no governo, deixando alguns que insistem em distorcer os fatos de que é uma luta contra essa ou aquela religião e não em prol ao laicismo, ou seja, pela separação do estado e da religião, para que as leis, regras e postura se norteiem pelo que é melhor para toda a sociedade INDEPENDENTE de seu credo e não por conceitos dogmáticos não compartilhados por todos.
Um exemplo disso é que dessa vez, a postura autoritária e sem sentido algum, preconceituosa, burra e estúpida se atribui ao reitor da PUC de São Paulo e seu "convite velado" para que professores não alinhados aos dogmas católicos procurem outra instituição para lecionar, a despeito do quão bons em suas professões sejam.

Acompanhem a notícia retirada do blog advivo:

sábado, 24 de março de 2012

Vergonha: Globo e Folha se unem contra Comissão da Verdade.

Matéria retirada de "Pragmatismo Político":



Postado em: 22 mar 2012 às 20:53

Os editoriais dos jornais O Globo e Folha revelam o temor das famílias Marinho e Frias com a reabertura dos debates sobre os crimes cometidos pela ditadura militar. Afinal, ambas as empresas jornalísticas apoiaram os golpistas

comissão verdade ditadura folha globoAltamiro Borges
Em editoriais dessa semana, que até parecem combinados, O Globo e Folha criticaram os setores de sociedade que pretendem, com a instalação da Comissão da Verdade, apurar os crimes da ditadura militar. Na avaliação dos dois jornais, que deram apoio ao golpe de 1964 e às barbáries do regime, não cabe analisar o passado – seja discutindo a Lei da Anistia ou a chacina no Araguaia.
O diário da família Marinho é mais descarado. No editorial “Sem vencidos e vencedores”, até suavizava os crimes da ditadura. “Os militares trataram de manter, mesmo que só formalmente, ritos da democracia representativa… Prendia-se por motivos políticos, cassavam-se vereadores, deputados, senadores, ministros do Supremo, mas procurava-se manter um lustro de ‘democracia’”.

Jornal compara algozes com vítimas

Essa singularidade, segundo o jornal, resultou no “perdão recíproco, dos agentes envolvidos na repressão e participantes da luta armada. Uma fieira de crimes foi cometida por ambos os lados naquela guerra suja e, muitas vezes, subterrânea”. O Globo, na maior caradura, compara os torturadores com os torturados e os golpistas com os democratas que resistiram à ditadura.
Com base nesta leitura histórica, o jornal conclui que “não se sustenta a campanha que volta a ganhar força, com a proximidade da indicação dos nomes da Comissão da Verdade, para a punição de militares, policiais, agentes de segurança em geral que atuaram nos porões da repressão… Do ponto de vista da Lei de Anistia, a verdade é que não houve vencidos nem vencedores”.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Anonymous - #BloodDonation

Semana "BloodDonation" -  Terça-Feira dia 1º de Maio inicia a semana de doação, até Terça-Feira dia 08 de Maio.
Facebook: http://www.facebook.com/OperacaoBloodDonation

        
 Vamos mostrar à sociedade, a importância de atos cívicos.

"Doação de sangue é vida gerando vida"

Todos  os dias, infelizmente, acontecem acidentes. Pessoas sofrem cirurgias de  urgência. Elas aguardam que pessoas façam um gesto de solidariedade e  doem sangue para reabilitar a vida.
Não só os acidentados precisam de transfusões. Quem sofre queimaduras e os hemofílicos, por exemplo, também necessitam delas.

Se cada cidadão saudável doasse sangue pelo menos duas vezes por ano não seriam necessárias campanhas emergenciais para colétas de reposição de estoques. 

"O sangue não tem substituto e por isso a doação voluntária é fundamental. Uma simples doação pode salvar muitas vidas. Inclusive a sua. "

Anons: Efetuem ,se possível, a doação em grupos, de mascara e ou camisetas.
Avisar ao orgão receptor de sangue, data e numero aproximado de doadores.
Se possivel faça panfletagem em frente ao local de doação para divulgar a idéia para os bancos de sangue receberem mais potenciais  doadores, como também educando-os em como realizar os procedimentos de  doação.
                   
    
                   Todos somos um!
                   Doe sangue, Doe vida!
IMAGENS PARA DIVULGAÇÃO:

ATO CONTRA A COMEMORAÇÃO DO GOLPE DE 64 !


- O horário do ato será às 14hrs, para que já estejamos lá quando for dado inicio ao evento do Clube Militar._

Desta vez, passou dos limites. Os militares, que já vinham dando sinais de insubordinação assinando um manifesto contra a Comissão da Verdade, que prepararam um manifesto contra a Comissão da Verdade e recolheram mais de 500 assinaturas e preparam para o dia 29/03 o que já pode ser considerado provocação. Dilma havia proibido comemorações, entre os representas da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, em relação ao aniversário do golpe de 31 de março de 1964, que os militares chamam de “Revolução”. Pois o Clube Militar antecipou a festa para o dia 29 e começou a distribuir os convites para a comemoração, que exige traje esporte fino.

Os militares também demonstram preocupação com a tentativa de alguns promotores de rever a Lei de Anistia. Nesta semana, houve a tentativa, frustrada, de reabrir o julgamento de Sebastião Curió, que foi responsável pelo massacre dos guerrilheiros do Araguaia.

Agora, uma festa no Clube Militar, em comemoração aos 48 anos do golpe militar que foi combatido pela jovem guerrilheira Dilma Rousseff, hoje presidente da República, tem potencial explosivo.

Temos um potencial mobilizatório incrivel e vamos fazer uso dele nessa convocatória para não deixar passar em branco os assassinatos e desmandos de um período nefasto da politica Brasileira. Cadeia para ditadores já !

quarta-feira, 14 de março de 2012

SOPA Brasileiro cai - Não baixemos a guarda!

Bom, antes de tudo deixo vocês como  texto na íntegra retirado so site "Convergência Digital":

Pressionado pela rede social, autor do 'Sopa brasileiro' retira projeto no Congresso

:: Luís Osvaldo Grossmann
:: Convergência Digital :: 13/03/2012
Assim como a repercussão negativa levou o Congresso dos Estados Unidos a adiar indefinidamente a votação do projeto anti-pirataria na Internet, o deputado brasileiro Walter Feldman (PSDB-SP) também se rendeu às críticas e apresentou nesta terça-feira, 13/3, um requerimento retirando o projeto 3336/2012, já batizado de Sopa brasileira.

Cobrado também pelo twitter, Feldman justificou, em inglês, o recuo: “Estou respeitando a opinião mundial. Estou retirando o projeto da agenda do Congresso”. Ou ainda, em português, emendou que “já retirei e manifestei meu equívoco”.

O requerimento em si não revela a mudança de opinião, mas como explica a assessoria do parlamentar, uma semana de críticas, desde que a proposta foi apresentada em 6 de março, levou Feldman a abortar o projeto. Oficialmente, “não ficou específico que se tratava de um projeto contra a pirataria e não de censura”.

Pela proposta, sites alvos de denúncias de violação de direitos autorais ou de propriedade poderiam ser bloqueados por uma determinação administrativa, de ofício, do administrador brasileiro de endereços na rede – provavelmente o Ponto.BR, ligado ao Comitê Gestor da Internet. 

Considerações:
Já levantei em alguns lugares que se empolgar demais com mais essa vitória é preocupante e sei que minha postura, muitas vezes, parece pessimista e não me surpreeenderei no dia que me deparar com acusações de ser um COINTEL-PRO (militante de contra inteligência), tentando desanimar o pessoal ao dizer que determinadas vitórias são ilusórias.
O que acontece na verdade é que enxergo, assim como alguns as coisas sob um prisma de guerra e não de batalha. Imaginemos a situação como um jogo de damas ou xadrez. Uma das jogadas mais simples e técnicas mais básicas não é entregar uma ou algumas peças para desarticular a defesa do adversário e no fim ganhar o jogo? Não diz comumente entre os que jogam ou gostam de assistir futebol que "entrar de salto alto" faz perder jogos? Não vejo diferença alguma entre esses casos que citei e vitórias como essa.
Walter Feldman apresentou a lei a poucos dias e em apenas 1 semana de pressão retirou o mesmo da pauta de votação, houve pressão e resultado, vitória nossa, isso é um fato. Mas pode-se por um acaso perder de vista que em 6 meses esse é o TERCEIRO projeto do tipo censura que é apresentado e derrubado e isso só no Brasil, sem contar com SOPA, PIPA, ACTA e outros?

segunda-feira, 12 de março de 2012

Azeredo na CCTI da Câmara! Lá vem censura.

Veículo: O Estado de São Paulo - SP - Caderno: Link
Página: L3
Publicada: Segunda-feira, 12 de março de 2012
E mais uma peça se move no tabuleiro na escalada do Brasil rumo à censura e a restrições de nossos direitos e liberdades.
Agora temos mais essa, Eduardo Azeredo foi eleito para a CCTI (Comissão de Ciência, Tecnologia e Informática da Câmara), para quem não lembra ou não sabe, foi o responsável pela aprovação do projeto apelidade de AI5 Digital. Em poucas palavras, esse AI5 Digital responsabiliza os servidores de internet que atuam no Brasil, mapear e monitorar as atividades de internautas e armazenar os dados do mapeamento, disponibilizando-o quando e se necessário, ou seja, acabar de vez com qualquer tipo de liberdade ou anonimato na rede. O projeto foi apresentado o ano passado e recusado na audiência pública sobre o texto, por ser inconstitucional.
Depois desse episódio tivemos ainda a pouco o surgimento do SOPA brasileiro, apresentado por Walter Feldman (veja aqui) e por último surge o AI5 da Copa (veja aqui) que deu origem, visto a sua gravidade, a OP Anti AI5.
Com a eleição de Azeredo para a CCTI, não só a lei Azeredo, de sua autoria volta, como também as outras leis em questão serão também apreciadas e votadas pela comissão agora presidida por ele. As chances dessas leis passarem agora aumenta exponencialmente, ficando a cargo da opinião pública a obrigação e único meio de para-las, ou seja, em nossas mãos mais do que nunca.
Como já vem sendo dito, a cada projeto derrubado, uma nova artimanha, texto ou forma de passar seu conteúdo surge, de forma insistente e não existem motivos para crer que isso vá parar.

domingo, 11 de março de 2012

#Op Anti AI5 - Paremos a ditadura e a censura! É hora de reagir.

Essa  é uma mensagem de alerta e também uma convocação a todo cidadão  brasileiro, em especial àqueles que, como nós, já luta por um país  melhor: ativistas.
Estamos  assistindo a ascensão, ao retorno da ditadura. Não mais uma ditadura  militar, mas uma ditadura privada, do capital privado sobre o povo  brasileiro
Como  não é segredo para maioria de nós, o governo em esfera federal,  estadual e municipal vem a cada dia adotando políticas e posturas mais  enérgicas, violentas e truculentas contra qualquer tipo de manifestação  popular, assim como tem usado de todas suas ferramentas para impor a  vontade de um pequeno e seleto grupo de elite, mesmo que para isso a  nossa constituição e os direitos humanos sejam ignorados e  desrespeitados por completo.
Vemos  assim a cada dia mais, o punho cerrado de nossos governantes pousando  sobre nossas cabeças. Famílias desalojadas de forma arbitrária e  violenta, tratadas como lixo, imposição de aumentos abusivos em serviços  básicos como transporte e o uso desmedido e desproposital da força  contra estudantes e cidadãos quando nas ruas em protestos.
Agora  assistimos uma situação de tensão entre militares reformados de alta  patente e o governo federal, em uma queda de braço perigosa com final  ainda nebuloso. Onde isso tudo vai parar?
Uma  pista alarmante de onde essas ações autoritárias podem levar acaba de  surgir no horizonte, obscurecida junto a tantas outras meias verdade  ligadas a copa do mundo de 2014, que será sediada no Brasil, O Projeto  de Lei 728/2011, apresentado no Senado em dezembro de 2011, ainda  aguarda  voto do relator Álvaro Dias (PSDB-PR) na Comissão de Educação,  Cultura e  Esporte do Senado. Se for aprovado, vai criar oito novos  tipos penais  que não constam do nosso Código Penal como “terrorismo”,  “violação de  sistema de informática” e “revenda ilegal de ingressos”,  determinando  penas específicas para eles. Essa lei – transitória –  valeria apenas  durante os jogos da FIFA.
Resumidamente,  a lei transforma em crime e classifica como terrorismo, qualquer  manifestação popular durante a copa, seja a mesma física, nas ruas, ou  cyberativista, na internet. Um modelo dígno da época da ditadura militar  no Brasil, o que é inaceitável.
O  projeto de lei tem caráter transitório, ou seja, começa a valer com o  início da copa e deixa de ser usado assim que o evento terminar. Ainda  que seja assim é um verdadeiro atentado contra o estado democrático de  direito, mas, como citado por  Thiago Hoshino, assessor jurídico da  organização de direitos humanos  Terra de Direitos e integrante do  Comitê Popular da Copa de Curitiba, nada impede que a lei de transitória  se torne definitiva. Uma vez que esse processo é muito mais simples e  rápido, baseado em votos palarmentares SECRETOS, que tornaria definitiva  a lei e, por consequencia, levaría-nos de volta aos negros tempos da  censura e da ditadura. A qual bem sabemos, deixou um legado de sangue e  morte, em grande parte ainda secreto e nebuloso.
Apesar  de absurda e inconstitucional, a lei tem grande pressão em seu favor,  por parte de banqueiros e por parte do governo americano, ambos muito  interessados na criação de leis anti-terrorismo no Brasil. Como a  aceitação por uma legislação sobre algo tão polêmico não é bem aceita  pela sociedade e por muitas entidades, a Copa Mundial de futebol vem a  calhar, abrindo a porta e disfarçando a lei, de maneira que sua  aceitação seja melhor e mais natural.
Não  se trata dessa vez porém, de um golpe por parte dos militares para  controle do país, mas claramente um tipo diferente de ditadura,  orquestrada e mantida pelo capital privado e seus políticos-fantoches,  transformando em lei o que já ocorre extra-oficialmente, pois o povo já  vem sofrendo com esse mal e violência em benefício de bandidos como Naji  Narras e agora a FIFA, como tantas outras menos á mostra.
Todos  os ativistas, de qualquer ordem e todo o povo está sendo vítima ma  desse processo e exatamente por isso precisamos TODOS nos unir. Deixando  de lado qualquer diferença ou objetivos distintos e lutando lado a  lado, como um único povo que somos contra a aprovação dessa lei e a  continuidade dessa escalada ditatorial no país.

Todos  unidos por nossa liberdade, em honra aos nossos pais e avós que  morreram, sofreram e lutaram por essa liberdade. Em nome de nossa  juventude, apara que não tenham que pegar em armas novamente em outra  luta sangrenta contra o estado e por nós mesmo para que não vejamos todo  nosso trabalho de luta jogado na lama e interrompido por aqueles que  querem mais do que nunca nos calar.

Somos 99%
Somos o povo
Somos Anonymous
Somos Legião
Unidos por 1 e divididos por 0
Não esquecemos nosso passado, lutas e conquistas
Não perdoamos aqueles que querem nos calar
Aguardem-nos.

sexta-feira, 9 de março de 2012

Grande cyber ataque em breve contra USA- afirma FBI (wtf!?!)

Navegando pela web em minhas pesquisas dou de cara com a notícia de que um "oficial de inteligência de alta patente" do FBI afirma que os USA sofrerão um grande cyberataque em breve, atribuindo tal possibilidade a ações terroristas, e, entre outras coisas afirmando que cyberterroristas estão normalmente envolvidos com ações de lavagem de dinheiro para financiar suas investidas. O mesmo agente dá o ataque como certo e aponta que tudo está sendo feito para ao menos minimizar os danos causados pelo mesmo, fala também que o país desde o ataque de 2001 melhorou muito sua segurança, mas no campo físico, ficando ainda muito a dever na área virtual.
É fato que em nenhum momento o tal oficial fez qualquer menção aos cyberativistas ligados a tantos ataques a sites e sistemas governamentais e de mega empresas, ligados inexoravelmente à Anonymous e que o mesmo tomou cuidado para não misturar os termos depois do cyber, ativistas e terroristas. Também já foi levantada várias vezes, em vários, a possibilidade de os USA tomarem um pseudo ataque cibernético como ato de guerra e portanto uma justificativa de intervenção militar a qualquer país.
Mas agora vamos brincar de "juntar peças"?

SOPA Brasileiro!

Não, isso não é brincadeira e também não estamos falando da Lei Azeredo, tampouco da lei anti-games. Estamos aqui falando de uma CÓPIA descarada da lei SOPA americana, apresentada po Walter Feldman do PSDB-SP sob o nome de Projeto de lei 3336/2012.
Parece que o desejo de censura na grande rede e a subserviência a indústria do monopólio intelectual não tem limites e ignora sistematicamente a revolta e as manifestações dentro e fora da grande rede frente a atos censores como esse. Ou talvez, apenas talvez, a indústria esteja começando a entender que NÃO será capaz de impor suas regras retrógradas a nível mundial e pelos meios legais tradicionais e portanto toda "atalhos" de acordo com as fragilidades da opinião pública de cada país.
Nos Estados Unidos, o que está acontecendo nesse sentido é que o presidente Barack Obama, pretende fazer acontecer o novo formato de SOPA/PIPA, via decreto presidencial e assim não submeter a lei a aprovação parlamentar, tampouco a pressão da opinião pública em um processo nada democrático. Aqui no Brasil não é difícil entender qual a tática. Além de se fiar na obscuridade que essa gama aparentemente infinita de denúncias, escândalos, abusos e afins acaba gerando, uma vez que realmente fica difícil mapear atos chave emmeio a tantra porcaria que cai sobre nossas cabeças todos os dias, parecem contar também com a pequena e pouco madura população online brasileira. Passar batido uma lei internacional que tem muita repercussão é bem mais difícil que uma lei nacional que quase ninguém presta atenção e em um país em que se acha que problemas abstratos e abrangentes são dignos de atenção sozinhos e a censura é coisa de esquerdista paranóico.
Precisamos ficar atentos e espalhar mais essa notícia, denunciar mais esse absurdo, antes que sejamos amordaçados sem nem ao menos perceber. Daí meus amigos, pode ser tarde demais para ações pacíficas e civilizadas.

Somos Anonymous
Estamos de olho em vocês... canalhas de terno.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Belo Monte - Lágrimas pela destruição...

QUE VERGONHA BRASIL!!! 

“O Cacique Raoni chora ao saber que Dilma liberou o inicio das construções de Belo Monte. Belo Monte seria maior que o Canal do Panamá, inundando pelo menos 400.000 hectares de floresta, expulsando 40.000 indígenas e populações locais e destruindo o habitat precioso de inúmeras espécies. Tudo isto para criar energia que poderia ser facilmente gerada com maiores investimentos em eficiência energética.” (…)

Eu poderia escrever um texto gigantesco sobre essa cena, mas honestamente.... essa imagem me deixa sem saber o que dizer...

Marcha contra a Corrupção! Uma reflexão...

Antes de mais nada acho bom deixar claro que não apenas apóio a iniciativa quanto estarei em um dos pontos da manifestação, participando ativamente, mas isso não significa que eu concorde plenamente dom a mobilização, sem sentido ao meu ver. É justamente esse ponto que me levou a escrever esse post, usando como base a linha de raciocínio da imagem de divulgação acima.

Desde que a onda de manifestações começaram a se espalhar pelo mundo e pelo país, o número dessas manifestações, bem como o de participantes das mesmas só tem aumentado, isso por sí só é maravilhoso. Enfim parece que o brasileiro está se dispondo a sair de sua zona de conforto e encarar os fatos, de que há algo de muito errado com o mundo e se não nos movernos a tendência CERTA é só piorar, ponto para o despertar da cidadania.

Dia das Mulheres



Como assim dia das mulheres? Como se em todos os outros 364 dias do ano não houvesse a luta feminina pela igualdade e liberdade. Tudo bem..sempre tem que haver um dia chave para que a luta não seja esquecida não é assim? Que seja então: Feliz Dia Internacional das Mulheres!
Não..não quero rosas e bombons, não quero bandeirolas rosa-choque ou odes escritas à minha aparente fragilidade ou desapego. Quero dignidade, quero liberdade.
Mulheres no século XIX, inicio do século XX lutaram bravamente pelo reconhecimento da igualdade entre gêneros, principalmente no tocante aos direitos trabalhistas, mulheres lutam hoje em dia pelo reconhecimento da igualdade como um todo.

quarta-feira, 7 de março de 2012

Os 12 Mitos do Capitalismo






23/1/2012 17:54, Por Guilherme Alves Coelho - de Lisboa, em O diário



São muitos e variados os tipos e meios de manipulação em que a ideologia burguesa se foi alicerçando ao longo do tempo. Um dos tipos mais importantes são os mitos. Trata-se de um conjunto de falsas verdades, mera propaganda que, repetidas à exaustão, sem qualquer questionamento, ao longo de gerações, tornam-se verdades insofismáveis aos olhos de muitos. Foram criadas para apresentar o capitalismo de forma crível perante as massas e obter o seu apoio ou passividade. Os seus veículos mais importantes são a informação mediática, a educação escolar, as tradições familiares, a doutrina das igrejas, etc*.

Um comentário amargo, e frequente após os períodos eleitorais, é o de que “cada povo tem o governo que merece”. Trata-se de uma crítica errônea, que pode levar ao conformismo e à inércia e castiga os menos culpados. Não existem maus povos. Existem povos iletrados, mal informados, enganados, manipulados, iludidos por máquinas de propaganda que os atemorizam e lhes condicionam o pensamento. Todos os povos merecem sempre governos melhores.

Una-se aos fortes







Uma das coisas que eu sempre estranhei no Brasil é o fato de que ninguém reclama dos grandes empresários. Pelo jeito se esquecem de que tradicionalmente, os presidentes da república nunca são os que mais mandam neste país, já que todas as decisões deles nunca passam por cima dos interesses de grandes capitalistas, que aliás, falam de igual para igual ou até grosso com presidentes.

Essa noção errada de que o presidente é que decide tudo faz com que ele se torne o bode expiatório de todos os erros ocorridos em nosso cotidiano, o que é bom para esses grandes empresários, pois esses, os verdadeiros responsáveis, se livram da culpa e consequentemente tem o ódio que deveria ser direcionado a eles desviados aos políticos do poder executivo.

Esse ódio a presidentes e o não assumido, mas assiduamente adotado respeito pelos grandes empresários, tem favorecido o neoconservadorismo, surgido na forma de um novo direitismo, que trata os poderosos capitalistas como "meros trabalhadores como nós", "gente como a gente", num explícito desconhecimento dos bastidores do poder em nosso país.

Deu pane no meu sistema








Pane no sistema, alguém me desconfigurou
Aonde estão meus olhos de robô?
Eu não sabia, eu não tinha percebido
Eu sempre achei que era vivo
Parafuso e fluído em lugar de articulação
Até achava que aqui batia um coração
Nada é orgânico, é tudo programado
E eu achando que tinha me libertado
Mas lá vem eles novamente
E eu sei o que vão fazer:
Reinstalar o sistema
Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga
Tenha, morre, gaste e viva
Pense, fale, compre, beba
Leia, vote, não se esqueça
Use, seja, ouça, diga...
Não senhor, Sim senhor
 
 
A letra acima soa fantasiosa? Não, milhões de vezes não! Aos olhos do sistema atual é exatamente assim como somos. Meros robôs consumidores e escravos. E o pior: somos influencidados a acreditar que somos pessoas livres. Agora me pergunto: onde está a tal liberdade? Quem é realmente livre? Você..é você mesmo que está lendo esse texto, você é livre? Somos todos escravos..sempre atrelados ao "servir" ao trabalho assalariado que enriquece apenas ao patrão, já que o que nos resta mensalmente é fazer contas e mais contas para saldar as dívidas contraídas e sonhar com novos produtos de consumo que, ilusoriamente, achamos, nos farão mais felizes. Sempre fomos programados: programados para pensar que somos livres, programados para achar que fazemos alguma diferença onde trabalhamos, programados para lutar como cães de rinha em uma sociedade canibal e desumana. 
Vivemos em uma sociedade em que as desgraças são vistas como assuntos banais (podem até ser comentadas durante algum tempo com ares de sadismo) porém logo são esquecidas. O capital nos tornou verdadeiros robôs sem sentimentos, sem capacidade de discernimento. Corremos o tempo todo em busca de um lugar ao sol e isso tirou nossa capacidade de olhar para os lados. Não temos tempo para a solidariedade (a não ser que seja descontada na conta telefônica e possa ser abatida do imposto de renda), não temos tempo para a instrução (a não ser a acadêmica que irá nos proporcionar ferramentas para ingressar na selva). Nosso tempo livre: é gasto com a tv que nos diz qual será a nova moda, o novo corpo, o novo sonho de consumo. 
Até quando? Quando as correntes serão quebradas? Quando o pensamento voltará a pertencer a cada um individualmente? 

SABU trabalhava para o FBI ! Lições que ficam!

Um duro golpe a muitos hackerativistas, em especial os 5 que foram apontados como "cabeças" da LulzSec e entregues de bandeja ao FBI por esse cara aí encima, durante meses quase endeusado pela comunidade hacker. Segundo Fontes da FoxNews.com revelaram que os membros capturados foram: Jeremy Hammond (narchaos), Ryan Ackroyd (Kayla), Jake Davis (Topiary), Darren Martyn (pwnsauce) e Donncha O’Cearrbhail (palladium).

Segundo fontes espalhadas pela web, Sabu teria se entregue ou sido capturado em segredo pelo FBI por volta de Junho do ano passado, época de grandes ataques mundiais generalizados na chamada Op AntiSec, ocasião onde, mesmo aqui no Brasil, sites governamentais e dados de todo tipo foram capturados e divulgados na rede e desde então forçado a trabalhar como infiltrado em troca de redução de pena.
O FBI parece querer crer que as prisões e em especial a revelação da traição irá plantar o medo e a desconfiança na revolução mundial, desconsiderando por exemplo, que LulzSec é apenas 1 de uma gama quase infinita de grupos de igual ou maior poder de ação.

Capitalismo e Miséria.








A desigualdade nos divide nas escolas,

entre os vizinhos, no trabalho, nos aviões,
nos hospitais, naquilo que comemos,
em nossas condições físicas, no que pensamos,
no futuro de nossas crianças,
até mesmo em nossa morte”
- Packer - 

O capitalismo tem legiões de defensores. Muitos o fazem de boa vontade, produto de sua ignorância e pelo fato de que, como dizia Marx, o sistema é opaco e sua natureza exploradora e predatória não é evidente ante os olhos de homens e mulheres. Outros o defendem porque são seus grandes beneficiários e amassam enormes fortunas, graças às suas injustiças e iniquidades.


Além do mais há outros ("gurus" financeiros, "opinólogos", jornalistas "especializados", acadêmicos "pensadores" e os diversos expoentes do "pensamento único") que conhecem perfeitamente bem os custos sociais que, em termos de degradação humana e do meio-ambiente, o sistema impõe.

No entanto, são muito bem pagos para enganar as pessoas e prosseguem com seu trabalho de forma incansável. Eles sabem muito bem, aprenderam muito bem, que a "batalha de ideias", à qual Fidel Castro nos convocou, é absolutamente estratégica para a preservação do sistema, e não retrocedem em seu empenho.

Para resistir à proliferação de versões idílicas acerca do capitalismo e de sua capacidade para promover o bem-estar geral, examinemos alguns dados obtidos de documentos oficiais do sistema pelas Nações Unidas.

Isso é sumamente didático quando se escuta, principalmente no contexto da crise atual, que a solução aos problemas do capitalismo se obtém com mais capitalismo; o que o G-20, o FMI, a OMC e o Banco Mundial, arrependidos de seus erros passados, vão poder resolver os problemas que provocam agonia à humanidade. Todas essas instituições são incorrigíveis e irreformáveis, e qualquer esperança de mudança não é nada mais que uma ilusão. Seguem propondo o mesmo, só que com um discurso diferente e uma estratégia de "Relações Públicas", desenhada para ocultar suas verdadeiras intenções. Quem tiver dúvidas que olhe o que está propondo para "solucionar" a crise na Grécia: as mesmas receitas que aplicaram e que seguem aplicando na América Latina e na África desde os anos 1980!

A seguir, alguns dados (com suas respectivas fontes) recentemente sistematizados pelo Programa Internacional de Estudos Comparativos sobre a Pobreza (CROP, na sigla em inglês), da Universidade de Bergen, na Noruega. O CROP está fazendo um grande esforço para, a partir de uma perspectiva crítica, combater o discurso oficial sobre a pobreza elaborado há mais de trinta anos pelo Banco Mundial e reproduzido incansavelmente pelos grandes meios de comunicação, autoridades governamentais, acadêmicos e vários "especialistas".

População mundial: 6,8 bilhões, dos quais:

  • 1,02 bilhão têm desnutrição crônica (FAO, 2009)
  • 2 bilhões não têm acesso a medicamentos (www.fic.nih.gov)
  • 884 milhões não têm acesso a água potável (OMS/UNICEF 2008)
  • 924 milhões de "sem teto" ou que vivem em moradias precárias (UN Habitat 2003)
  • 1, 6 bilhão não tem eletricidade (UN Habitat, “Urban Energy”)
  • 2,5 bilhões não tem acesso a saneamento básico e esgotos (OMS/UNICEF 2008)
  • 774 milhões de adultos são analfabetos (www.uis.unesco.org)
  • 18 milhões de mortes por ano devido à pobreza, a maioria delas de crianças com menos de 5 anos (OMS)
  • 218 milhões de crianças, entre 5 e 17 anos, trabalham em condições de escravidão ou em tarefas perigosas ou humilhantes, como soldados, prostitutas, serventes na agricultura, na construção civil ou na indústria têxtil (OIT: A Eliminação do Trabalho Infantil: Um Objetivo a Nosso Alcance, 2006)
  • Entre 1988 e 2002, os 25% mais pobres da população mundial reduziram sua participação na riqueza global de 1,16% para 0,92%, enquanto que os 10% mais ricos acrescentaram mais riquezas, passando de 64,7 para 71,1% da riqueza produzida mundialmente. O enriquecimento de poucos tem como reverso o empobrecimento de muitos.
  • Só esse 6,4 % de aumento da riqueza dos mais ricos seria suficiente para duplicar a renda de 70% da população da Terra, salvando inumeráveis vidas e reduzindo as penúrias e sofrimentos dos mais pobres. Entenda-se bem: tal coisa seria obtida se tão só fosse redistribuído o enriquecimento adicional produzido entre 1988 e 2002, dos 10% dos mais ricos do planeta, deixando intactas suas exorbitantes fortunas. Mas nem sequer algo tão elementar como isso é aceitável para as classes dominantes do capitalismo mundial.

Depois de cinco séculos de existência, isto é o que o capitalismo tem para oferecer. Que esperamos para mudar o sistema? Se a humanidade tem futuro, será claramente anarquista/socialista. Com o capitalismo, em troca, não haverá futuro para ninguém. Nem para os ricos, nem para os pobres. A sentença de Friedrich Engels, e também de Rosa Luxemburgo: "Socialismo ou barbárie", é hoje mais atual e vigente que nunca. Nenhuma sociedade sobrevive quando seu impulso vital reside na busca incessante do lucro, e seu motor é a ganância. Mais cedo que tarde provoca a desintegração da vida social, a destruição do meio ambiente, a decadência política e uma crise moral.

 Fonte: Jornal La República, Espanha

terça-feira, 6 de março de 2012

Golpe militar ou teocracia a vista? Tá na hora de reagir!!!! parte II

 
fonte da imagem: http://pimentacomlimao.wordpress.com/category/justica/
Continuando a nossa série de posts sobre os inimentes riscos que atualmente estamos enfrentando no Brasil, falemos agora de um grande risco, fantasma e mancha vermelho sangue em nossa história, ameaça de uma ditadura militar.

É realmente difícil lidar com um assunto tão forte e impactante, mas estaríamos realmente muito longe de uma nova ascensão militar?

O PASSADO ENSINA

domingo, 4 de março de 2012

Golpe militar ou teocracia a vista? Tá na hora de reagir!!!! parte I

Fonte da Imagem: http://bulevoador.com.br/2011/08/26277/

O difícil em lidar com informações, fatos e atitudes fragmentadas é que as pessoas demoram demais em perceber o que está acontecendo ou mesmo em vias de acontecer, não é diferentes dessa vez e os alertas tem 2 nomes APARENTEMENTE distintos, teocracia e golpe militar. Falemos de um por vez.

TEOCRACIA

Para quem desconhece o termo, teocracia é o controle governamental, federal, por parte de uma instituição religiosa. Em um estado teocrático, a religião oficial e seus mandamentos, crenças e livro sagrado ditam as regras, leis e postura de um governo. Um exemplo bem atual de teocracia seria de forma oficial o Vaticano, um país onde a máxima figura religiosa (o Papa) é a voz máxima no poder, e como exemplos não oficiais, teríamos o Irã, Israel e muitos do oriente médio que apesar de não ter uma sumidade religiosa no poder, segue suas ordens e determinações quase totalmente.
Tendo em vista esse segundo caso, estamos muito longe disso?

Folha e Globo escondem relação de importantes políticos com um dos maiores criminosos do Brasil

Quer mais um prova do quanto estamos sendo enganados? De quanto a Globo e outras mídias corporativitas são capazes de mentir e proteger interesses de pequenas e ricas elites?
Então com vocês, mais um show de mentiras e manipulação de informação de duas gigantes da "informação", Globo e Folha.
Texto retirado de "Pragmatismo político".
_____________________________________________________________________________________

“Pensei que ele tivesse abandonado o crime”. Não é piada. Foi isso o que disse Demóstenes Torres (DEM), um dos principais moralistas do Congresso, sobre suas relações com Carlinhos Cachoeira, o mais destacado mafioso brasileiro. Não, Demóstenes. O Brasil inteiro sabia das atividades ilegais do bicheiro.

sábado, 3 de março de 2012

Começa a desocupação para Belo Monte! Mais um show de horror para contemplar!

Imagem meramente ilustrativa
Eu poderia escrever aqui por horas a fio, tentando demonstrar minha indignação e revolta, mas não é necessário, o texto abaixo, retirado da página Realidade Imunda no Facebook dispensa qualquer adição:

sexta-feira, 2 de março de 2012

Caia Globo! Caiam todas! O povo está acordando!

As denúncias, protestos e boicotes a Rede "Nojo" de Televisão parecem enfim começarem a surtir efeitos.
No Mês de Fevereiro a Globo fechou com o PIOR índice de audiência nos últimos 40 anos. É difícil saber se isso se deve unicamente às denúncias e protestos ou se também conta com o inevitável e constante declínio desde a morte de Roberto Marinho.
Quem acessa a internet e presta um pouco de atenção já deve ter visto uma infinidade de documentários, vídeos e reportagens independentes mostrando o quanto vínhamos sendo enganados a décadas.
Como crer em uma rede de televisão, em uma mídia que começou graças a ditadura militar, a apoiou até seus últimos dias e após sua queda, teve um papel crucial na destruição de nossa cultura, inteligência e dignidade?
Quantos de nós ainda é capaz de sequer suportar tanto lixo, tanta mentira deslavada, manipulação de informações, coberturas e opiniões parciais, sempre em detrimento do povo? Com suas histórias fantasiosas, dignas de um verdadeiro pastelão que ainda iludem tantas pessoas de que a vida é bela e que devem se manter felizes e quietos em sua situação, por mais miserável que seja, pois mesmo passando fome, ainda poderá rir de sua própria desgraça e sonhar com o que nunca poderá ter, pois instituições como essa, sempre estarão trabalhando para garantir que nunca saiamos de nossa miséria, patética e para muitos iludidos e desinformados... engraçada.
Não sabe exatamente do que estamos falando? Leia e assista aqui e aqui.
A melhor parte dessa notícia é que as outras emissoras em nada ganharam com a queda da Globo, todas perderam seus índices em maior ou menor grau, pois a origem da perda não se deve a troca de opção, mas sim de televisores desligados, muito provavelmente por pessoas indignadas por perceberem o lago de lama que ajudavam a financiar e manter.
Bom, depois desse desabafo, vamos aos dados exatos divulgados pelo colunista da Veja Lauro Jardim, segundo dados do Ibope.

Globo: Tinha  15,9 caiu a 14,4 pontos.
Record: Tinha 7,2 caiu a 6,8 pontos.
SBT: Tinha 5,6 caiu a 5 pontos.
Band: Tinha 2,5 caiu a 2 pontos.
Rede TV: Tinha 1,4 caiu a 1,1 pontos.

Dados comparativos de Fevereiro de 2011 com relação ao mesmo período de 2012.

Parabéns Brasil e que continuemos assim... Desligue a sua televisão também.

Somos Anonymous
Somos Legião
Não esquecemos
Não perdoamos
Globo, vocês deveriam ter esperado por nós.

A máfia dos medicamentos mundial.

Fonte: Super Interessante
Edição: Março de 2012

Texto na íntegra:

Usando técnicas de manipulação genética, cientistas criam um supervírus capaz de eliminar grande parte da humanidade. Parece um roteiro de filme, mas está acontecendo de verdade. Dois grupos de pesquisadores, na Holanda e nos EUA, acabam de desenvolver esse vírus.

"É um dos tipos mais perigosos que poderiam ser criados", admitiu publicamente o líder de uma das equipes, Ron Fouchier. Trata-se de uma versão mutante do H5N1, que causa a gripe aviária e gerou preocupação durante um surto em 2005. A doença é letal, mas o vírus não se propaga facilmente entre humanos. Só que cientistas desenvolveram um H5N1 turbinado, que pode ser transmitido pelo ar - extamente como o vírus da gripe comum, que contamina 700 milhões de pessoas no munto todos os anos. Se escapasse do laboratório, o novo H5N1 poderia causar um número enorme de mortes. Também há o receio de que terroristas aprendam a recriar o supervírus. Por isso, a comunidade científica e os Institutos Nacionais de Saúde dos EUA pediram que o estudo não fosse publicado e os responsáveis pela pesquisa interrompessem seus trabalhos durante 60 dias.

A idéia era ganhar tempo para montar estratégias de defesa. Mas agora, em março, o embrago termina - e a pesquisa será reiniciada. Os cientistas se defendem dizendo que o estudo é necessário e seria mais perigoso não retomá-lo: pois, conhecendo o vírus mutante, é possível trabalhar desde já para desenvolver vacinas contra ele.

_________________

Quanto a matéria acima
, seria apenas mais um vírus letal criado pelo ser humano?

Mas qual o propósito de se criar um novo super vírus e ainda vir a público anunciar?


Que relação isso terá como chantagem em guerras?

Será que os EUA provocarão um desastre e colocarão a culpa nos terroristas?


Quem está bancando essas pesquisas e com qual propósito?

O que 2012 tem a ver com isso?

retirado de: http://mpcabrasil.blogspot.com/2012/03/cientistas-voltam-trabalhar-em.html

Nova política Google, FBI cortando internet. O que está havendo afinal?

Desde ontem (01/03/12), entrou em vigor a nova política de privacidade do Google. Sob a justificativa de melhorar os serviços e apresentar respostas mais efetivas, válidas e personalizadas a seus usuários, nossos históricos de busca por site e imagens, vídeos vistos no youtube e as mais inúmeras atividades no Google+, começaram a serem armazenados e os dados dessa navegação cruzados a fim de traçar um perfil de comportamento, gostos e interesses dos internautas.
Claro que comportamentos desse tipo não é uma grande novidade e já é feito a tempos, de maneira velada e desinteressada, mas que agora tomam um carater oficial e muito mais amplo.
Logo em seguida, no dia 08/03, o FBI poderá deixar offline, literalmente milhões de usuários. A justificativa para isso é a existência de um trojam que ninguém nunca ouviu falar, que contamina o DNS dos computadores e entre os poucos detalhes de efeitos do mesmo, bloqueia o acesso a sites que podem previnir da contaminação, algo também não relatado por ninguém. Para fechar essa ação bizarra da agência, eles disponibilizaram em centenas de sites uma ferramenta que checa seu DNS e verifica se a contaminação com o tal trojan aconteceu, mas não faz muita diferença, uma vez que tal programa identifica a contaminação, mas não aniquila o suporto intruso.
Desde a retirada do famoso sistema de compartilhamento MegaUpload, mesmo com a ação da comunidade da internet impedindo o andamento de leis como o SOPA, PIPA, ACTA e outros locais como a lei Anti-Games no Brasil, o comportamento de gigante da web e tudo que envolve a grande rede está cada vez mais estranho. Mais um exemplo que pode ser muito relevante é o fato do twitter ter vendido seus arquivos com os twitts de todos seus usuários nos últimos 2 anos. E o bolo de notícias "estranhas" não param por aí, temos também o mesmo twitter admitindo a possibilidade de adotar censura local para assim expandir seus serviços a países com políticas censora mais duras ou o fato amplamente conhecido e divulgado de que o FaceBook VENDE dados de seus usuários a quem interessar e pagar bem por eles.

Mas o que significa tudo isso afinal?

Na contra mão da luta da comunidade da internet mundial elo direito a privacidade e liberdade de expressão, mesmo com a apresentação e queda subsequente de tantas leis levianas e absurdas, as mesmas parecem realmente se tratarem de uma mera distração, pois as empresas vitais para o funcionamento e comunicação dentro da rede, descaradamente abraçam essas leis mesmo sem sua aprovação, transformando suas idéias em políticas internas individuais delas próprias. Aliado a isso, muita gente teoriza e pelo visto com muita razão de que a ação do FBI nada tem a ver com trojan nenhum e sim se trata da instalação de sistemas de monitoramento e mapeamento de usuários, o que poderia facilmente ser agilizado pela utulização do suposto programa, que ao invés de buscar por contaminação, mapeia e registra quem o utiliza, facilitando o trabalho da agência e inutilizando defesas de identidade como os mascaradores de IP e proxys.
É de fato assustador perceber que em menos de 3 meses, a cara da internet, símbolo da liberdade de expressão e da comunicação sem fronteiras já esteja tão diferente e que a mesma liberdade já pode na verdade nem existir. Os sites com serviço de compartilhamento que sobraram, pouco a pouco restringem suas funcionalidades ou saem do ar efetivamente enquanto outros jogam toda a responsabilidade pelos arquivos compartilhados nas costas do usuário.
Tendo tudo isso em mente seria realmente exagero considerar que a mesma elite que domina e controla os outros meios de comunicação como TV, rádio e cinema esteja estendendo seu monopólio e controle para a grande rede e com isso ganhando mais uma ferramenta de manipulação de massas e desrespeito total a individualidade de todos nós, nos submetendo assim a uma ditadura completa de um capital privado, nas mãos dos 1% contra o qual estamos lutando?

Somos Anonymous
Somos Legião

Fontes:
FBI e o corte de milhões de acessos: http://www.tecnologia.com.pt/2012/02/fbi-pode-cortar-internet-a-milhoes-de-utilizadores-ate-dia-8-de-marco/
Nova politica Google: http://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2012/03/nova-politica-de-privacidade-do-google-entra-em-vigor-hoje.html

quinta-feira, 1 de março de 2012

Vitória!!!! Cai a lei AntiGames!

É isso aí pessoal, temos muito o que comemorar!
Graças a mobilização conjunta de todos nós, na web, em comunidades de gamers e em todo canto a lei anti-games caiu na boca do povo, que se mobilizou, protestou e fez valer a sua vontade. O projeto de lei foi retirado e a lei entra para o Hall das derrubadas pelo poder popoular e principalmente da internet.
Segue abaixo o texto completo e mais uma vez... PARABÉNS A TODOS NÓS!!!

"O senador Valdir Raupp (PMDB/RO) retirou de pauta, em caráter definitivo, o projeto de Lei nº 170/2006, de sua autoria, que objetiva proibir a produção e a comercialização de determinados jogos violentos, ofensivos aos costumes, às tradições dos povos, aos seus cultos, credos, religiões e símbolos, que ferem a cultura dos povos e da humanidade. Ele encaminhou ao presidente do Senado Federal, José Sarney, nesta terça-feira (28), requerimento oficializando a retirada do projeto, baseando no artigo 256 do Regimento Interno do Senado.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Censura Privada.

A despeito de tudo que temos visto a nível nacional e mundial, a grande maioria das pessoas ainda acreditam de verdade que estamos vivendo em um mundo, ou no mínimo, em um país livre.
O que a minoria se dá conta é que nenhuma ditadura e/ou censura é estabelecida de uma vez, subtamente, exceto em alguns casos. Hoje, aqui em nosso país temos que dia-a-dia tomar cada vez mais cuidado com tudo o que fazemos, falamos, escrevemos, etc, pois podem não haver sensores como na época do AI-5, mas nem mesmo são necessários, a sociedade, manipulada em especial pela mídia faz o papel de auto-censores, coibindo qualquer um em seu meio ou família quando se portam de maneira que pode "não ser bem vista".
Abaixo segue uma matéria do site "Observatório da Imprensa" que demonstra uma das inúmeras formas de controle passiva, que nos faz lembrar que a pior e mais escravizadora forma de censura é aquela que te faz acreditar ser livre.
Pensem nisso e boa leitura:

A censura privada

Por José Luiz Almeida Costa em 21/02/2012 na edição 682

A mídia tem publicado vários artigos que ditam regras de conduta para funcionários e candidatos a emprego se comportarem nas redes sociais. O que seria uma cartilha de bons modos, na verdade, fere o direito de livre manifestação do pensamento assegurado pela Constituição Brasileira.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

ACORDEM!!! Tá, mas como assim acordar? Parte 2

Como havíamos tratado nos últimos post's, acordar não é fácil e poucas pessoas tem a coragem e a capacidade suficientes para sequer lidar com essa idéia. Por outro lado se realmente quer lutar contra o sistema e entender como ele funciona é preciso enfrentar em primeiro lugar a verdade. Ou você realmente acredita que a vida de tantas pessoas e mesmo as nossas são tão difíceis por acaso ou porque é assim mesmo?
Não passamos de gado para o sistema, não somos mais do que massas de carne enumeradas para aqueles que lucram e sobrevivem com nossa desgraça.
O primeiro passo para liberdade é enxergar as grades que nos mantém cativos.

AnonSnake

As mentiras da mídia tem limites?

Este vídeo mostra o que se esconde por trás dos ataques sistemáticos da mídia brasileira contra a presidenta da Argentina, Cristina Kirchner.

Para entender o jogo da mídia contra o que chamam de "kirchnerismo" é importante contextualizar a situação. Antes, vamos usar uma analogia metafórica.

Você mora numa grande cidade em que três padarias controlam a qualidade, a variedade e o preço dos pães que você consome. E uma antiquada lei diz que só os políticos podem liberar concessões para novas padarias. E a maioria dos políticos (responsáveis pela tal lei) são donos das padarias; ou amigos destes; ou representantes dos mesmos. Daí, um governante assume a responsabilidade para criar uma nova lei que visa quebrar o cartel, dificultar o monopólio e facilitar o surgimento de novas padarias. O que faz o sindicato dos donos das padarias? Começa a espalhar panfletos dizendo que o governante quer controlar a produção de pães na cidade e ameaça a sua liberdade de escolher o pão que você vai comer. Agora, imagine se, em vez de mandar imprimir panfletos, os donos das padarias fossem donos de todos os meios de comunicação (jornal, rádio, tv etc) disponíveis. E tente imaginar se, em vez de pãezinhos, os produtos em questão fossem as notícias que influenciam a vida todos na cidade. Uma vez exposta esta metáfora, vamos conhecer um pouco a história da imprensa na Argentina para entender o que isto tem a ver com o Brasil. 

ACORDEM!!! Tá, mas como assim acordar?

Sem dúvida é o apelo mais comum, popular, genérico e repetitivo dos últimos tempos. Todo mundo parece querer que as pessoas acordem e muitas delas tentam mesmo, mas afinal de contas, como assim acordar, acordar para o que exatamente?
O termo não poderia fazer mais sentido para os dias atuais, pois de fato, estamos mergulhados em um sono profundo, em um sonho, ou melhor, um pesadelo que teima em não acabar.
Talvez seja mais fácil de entender se você já assistiu Matrix. Pode parecer exagero, mas não é.
Imagine que, de repente, você acorda em um lugar estranho e descobre que TUDO na sua vida não passava de um sonho, nada era verdade. Nos últimos anos um número cada vez maior de pessoas experimenta isso em sua forma mais literal e cruel.
Como uma reação básica a uma situação tão desesperadora e cruel, é natural se agarrar a alguma coisa que ao menos lembre o ambiente "seguro" do sonho, as vezes isso basta, as vezes agarra-se a várias coisas e por conta disso, nunca se chega nem próximo a um despertar pleno.
Bom, mas sejamos mais práticos, alguns exemplos:
1. Você acha que políticos controlam o país?
Não, políticos são controlados por bancos e grandes corporações que financiam e mantém sob seus pés quem quer que esteja no poder.
2. Você acredita que o mundo está em crise, mas é uma crise comum como tantas?
Mentira também. O mundo está sendo tomado por manifestações nacionais massissas, violência, miséria e opressão de toda ordem por parte dos governos.
Eu poderia continuar essa lista indefinidamente até ser considerado louco ou levar alguém a um surto psicótico pelo choque da realidade.
Desperar para o que acontece no mundo e aceitar que todos a sua volta mentem, seja intencionalmente como a mídia ou inocentemente por repetir e afirmar o que as mídias dizem, não é uma tarefa fácil, muito menos rápida. Se você assistiu meia dúzia de documentários e acredita saber o segredo de toda essa mentira, não se iluda, a coisa toda pode ir muito mais a fundo.
Mas afinal de contas, o que fazer para acordar?
Informe-se, isso sim é a regra. 
Jamais se contente com notícias vindas de mídias tradicionais. Se algo lhe chama atenção, procure saber outros pontos de vistas, de todas as origens, desde blogs sensacionalistas e viajados, até as mais sensatas análises dos mais renomados profissionais no assunto. Entenda o que se passa, estude sobre política e economia, entenda como o mundo funciona de verdade e NUNCA, JAMAIS se contente com respostas prontas, busque as informações e formule suas próprias respostas. 
Existe muita besteira por aí espalhada com a máscara de informação, mas muita verdade entre muitas mentiras, saiba filtra-las, aprenda a filtra-las.
Por fim, tenha algo em mente. Uma pessoa inteligente muda de opinião, pois quem tem opiniões fixas e imutáveis certamente está iludido de alguma forma, levem sempre isso em consideração.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Somos mesmo livres? Assista ao teatro de fantoches.







Não sou conspiracionista, mas ultimamente tenho pensado muito no desenrolar da história, da nossa história. 
Quanto gritamos por melhores condições, por dignidade, por saúde, educação, segurança e sempre observamos nossos gritos sendo ignorados. Corrupção existe? Claro que existe e existirá enquanto não tomarmos em nossas mãos as rédeas de nossas proprias vidas. A auto-gestão do estado,mas isso não é o objetivo primordial deste post.
Porque o governo não investe em educação? A resposta é bem simples. Quanto mais burro e alienado um povo, mais facilmente ele será manipulado. Ao invés de educação, eles enchem a cabeça das pessoas com imagens apelativas, musicas com contexto sexual (vai aqui uma curiosidade - hoje em dia usa-se na batida do funk e outros "sons" uma escala que havia sido proibida na idade média, por incitar no inconsciente humano a sexualidade exacerbada). Sem nem se dar conta, as pessoas são manipuladas como marionetes, achando-se livres e modernas.
Por qual razão o governo não investe na saúde pública? Porque um povo doente não encontra forças para nenhum tipo de mobilização. Ademais a saúde, aliás, a falta dela, é altamente rentável. Os laboratórios lucram, os planos de saúde lucram, enfim uma pequena elite lucra e muito, com a manutenção constante da doença como forma de manipulação.
Por qual motivo o governo não investe no real combate ao tráfico de entorpecentes? Fora o fato de que dentro do governo e em praticamente todas as esferas do poder, estão inseridos membros do crime organizado e o tráfico ser também, altamente lucrativo. Drogados não se manifestam, drogados não se rebelam. Um viciado é uma pessoa doente, praticamente um zumbi e os zumbis agradam aos governos. Com o vício, vem o crime, com o crime vem o sentimento de insegurança de toda a população e este sentimento também é altamente rentável.
O Estado existe para suprir as necessidades de quem o mantém certo? Mas imaginem se não houvesse então a necessidade da existência deste Estado. Se a população fosse educada, saudável e segura? Qual a finalidade dos governantes então? Nenhuma. Não haveria motivos para que "representantes" tomassem decisões em "nome do povo". 
Por isso, quando você bradar em alto e bom som que é um ser humano livre, pense bem e dê uma olhada..as cordas que o mantém aprisionado, podem estar sendo mechidas e seus passos e até mesmo pensamentos, convenientemente dirigidos.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Quão livre VOCÊ ACHA QUE É?




Depois há quem consiga bradar que hoje somos livres? Vivemos em um mundo ilusório onde o Ter é sinônimo de felicidade e em busca desta "tal felicidade", cometem-se crimes, rouba-se, lesa-se o próximo, perde-se valores, enfim, hoje para ser feliz o homem involue. Pensando-se moderno, o ser humano não se apercebe de que é um mero zumbi, vítima inocente de um sistema escravagista.
Passamos nossa vida desejando coisas, buscando preencher buracos sentimentais. O homem tem a impressão de que, tendo algo, irá sentir-se melhor e talvez isso aconteça mesmo, mas por um curto período de tempo. Quantos de nós já não passaram por essa experiência. Escolhemos um objeto de desejo e, enquanto não conseguimos, lutamos bravamente, muitas vezes insanamente para, depois de alcançado, vir a sensação de vazio. 
Quão livre você acha que é? 


sábado, 18 de fevereiro de 2012

OpGamer

Segue a imagem para divulgação:

Lei Anti-Jogos #OpGamers

Pode parecer inocente por se referir a jogos eletrônicos, mas não se engane, é um passo perigoso e abrangente a uma ditadura, e facilmente pode ser usada na direção ao fim do estado laico (liberdade religiosa).

ENTENDA A LEI.

Essa lei, apresentada pelo senador Valdir Raupp (PMDB-RO) sujeita a prisão de 1 a 3 anos mais multa, qualquer pessoa que fabricar, importar, distribuir, manter em depósito ou comercializar jogos eletrônicos que ofendam aos costumes, as tradições dos povos, aos seus cultos, credos, religiões e símbolos em todo território nacional.

Você entendeu bem? Eu poderia aqui listar os jogos que se enquadram direta ou indiretamente nessa "categoria", mas seria difícil, tão difícil quanto listar os que não fazem parte, tão poucos são esses.
Ofendam os bons costumes? Que bons costumes seriam esses? Garanto que se 100 pessoas lerem esse post e responderem essa pergunta, teremos 100 respostas diferentes. O que significa? Significa que ao bel prazer e de acordo com essa lei, qualquer pessoa pode ser presa sem qualquer motivo apenas tendo um jogo como justificativa.
Imaginemos que algum de vocês tenha um blog, seja colunista ou mesmo participe de um fórum de debates e com isso você agrida verbalmente, critique ou incomode um político local. A ele basta mandar a polícia em sua casa, devido a uma "denúncia anônima" e caso não encontre um Counter Strike, World of Warcreft ou qualquer outro que tenha um mínimo de violência ou mensagem/tema polêmico, simplesmente "achar um CD" de um deles em sua casa, e com isso aplicar-lhe multa e sujeita-lo de 1 a 3 anos de prisão. Parece absurdo, mas pergunte a um advogado, ele lhe dirá o quão possível é esse cenário.

IMPLICAÇÕES

É muito importante lembrar de um fato histórico também. Lembram da ditadura? Onde queimavam livros, proibiam músicas, extraditavam qualquer um que falasse contra o governo, matava-se e torturava-se por qualquer banalidade que pudesse ser considerada comunismo? Lembrem-se, a mesma ditadura e depois o AI-5, foram instituído com base na mesma justificativa, ZELAR PELA MORAL E BONS COSTUMES.

Com base na mesma lei, a simples mudança ou acréscimo da palavra PRODUTO no lugar de jogos eletrônicos, submete a censura os mesmos livros, músicas e qualquer manifestação escrita e/ou divulgada contra os bons costumes e para o governo, falar mal da administração local ou nacional não é considerada um bom costume.

Fora isso, vivemos em um país que garante a liberdade de expressão e também de religião (estado laico de direito), e uma lei como essa se soma a atitudes cada vez mais descaradas e sistemáticas de membros do governo, ligados a diversos tipos de religião, usem seu poder e dinheiro público em benefício de cidadãos de uma religião "x" em detrimento de outros.

Vale lembrar também que, pelo país, espalha-se atitudes de censura e de cunho ditatorial com base na mesma defesa da MORAL E BONS COSTUMES. Exemplo disso é a cidade de São Paulo, onde o prefeito Gilberto Kassab, proibiu e reprime com a ajuda da polícia militar (autorizada pelo governador Geraldo Alckmin), qualquer tipo de manifestação artística pela cidade, seja ela de tema de protesto ou não. Basta procurar um pouquinho o youtube para ver a ascensão dessa ditadura e o grande número de artistas que vem sendo proibidos de se manifestar, muitas vezes sendo agredidos e presos por isso.

Pessoal, precisamos parar de achar que vivemos em um país livre e encarar os fatos de frente, estamos aqui e no mundo assistindo a uma clara e descarada ascensão da censura e ditadura e se não nos movermos já, fazendo parar todo e qualquer projeto estúpido como esse e as ações efetivas que se espalham pelo país, em um ponto será tarde demais e voltaremos aos porões da ditadura apenas por pensar.

O QUE FAZER?

Espalhe a notícia, converse com seus amigos. Se joga, fale com seus companheiros de partidas, em fóruns sobre o assunto, nos chats, mobilizem-se, manifestem-se, organizem-se e façam valer nossa voz, antes que seja tarde, antes que, para ter novamente nossa liberdade, não possamos mais protestar apenas e, como no passado, que aconteceu com nossos pais e avós, sejamos obrigados a derramar muito sangue para poder reconquistar nossa liberdade. Hoje as manifestações pacíficas e protestos tem efeito, ajudam a resolver o problema e podem parar leis como essa, mas e amanhã? E daqui a mais 1 ou duas leis como essa?

Pensem nisso...

Somos Anonymous
Somos Legião
Não esquecemos a traição
Não perdoamos a censura
Aguardem-nos
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...